Chá de hibisco para emagrecer? Funciona mesmo?

Tempo de leitura: 9 minutos

A planta ganhou fama porque auxiliaria a perde.r peso

Mas a verdade é que suas vantagens vão muito além disso – não à toa, ganhou espaço nos mercados e de fato o chá de hibisco para emagrecer é a forma que essa folha é mais procurada.

Chá de hibisco para emagrecer? Funciona mesmo?

Rosa é a cor da moda – pelo menos quando se trata de bebidas. Já tem uma porção de brasileiras e brasileiros usando e abusando do chá da flor de hibisco. Seu sabor até divide opiniões, mas não há como negar que a planta, além de belíssima, carrega uma promessa e tanto: dar uma força ao emagrecimento.

Não é por menos que o hibisco decolou no mercado e é buscado como chá de hibisco para emagrecer, e pelos resultados relatados pelas pessoas, os resultados realmente são reais porem, o chá é utilizado como um complemento no processo de emagrecimento.

A loja online de produtos naturais Natue registrou aumento de 30% nas vendas do chá entre os verões de 2017 e 2018.

Não que a planta seja exatamente uma novidade. O Hibiscus sabdariffa L., espécie que rende a bebida, é uma flor de tons avermelhados originária da Índia e da Malásia — aliás, há diversos outros tipos de hibisco exclusivamente ornamentais.

“Ela se espalhou pela África e foi trazida para o Brasil na época do tráfico de escravos”, ensina a nutricionista Orion Araújo, mestre em alimentação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Mas o hibisco só começou a chamar atenção fora do jardim quando pesquisadores descobriram algumas de suas peculiaridades nutricionais, em especial, a propriedade do chá de hibisco para emagrecer.

Informação exclusiva Importante:

Hoje o melhor programa de emagrecimento foi intitulado de Dieta de 21 Dias do Doutor Rodolfo Aurélio, que foi considerado uma das maiores descobertas científicas da atualidade na industria do emagrecimento. Para conhecer acesse Aqui.

“Eles identificaram um teor elevado de compostos fenólicos, principalmente as antocianinas, ácidos orgânicos, vitaminas e minerais, todos aliados na prevenção do estresse oxidativo das células”, explica Orion.

Em resumo, o chá tem componentes que ajudariam a afastar males ligados ao envelhecimento.

DOWNLOAD GRÁTIS 

RECEITAS PODEROSAS PARA EMAGRECER

 

cha de hibisco funciona para emagrecer

Após receber o status de fitoterápico, o hibisco despontou para a fama por outra suposta propriedade: queimar gordura e reduzir medidas.

E o curioso é que o benefício mais alegado por aí ainda não tem respaldo científico. “Não há estudos relevantes feitos em humanos que atestem esse efeito emagrecedor”, diz a endocrinologista Maria Fernanda Barca, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.

“As pessoas esperam milagres, mas essa planta não tem qualquer influência sobre a queima de calorias nem auxilia na quebra das gorduras do corpo”, afirma a nutricionista Vanderli Marchiori, presidente da Associação Paulista de Fitoterapia, porem, os benefícios do chá de hibisco para emagrecer são bastantes reais na prática, dentro dos infinitos depoimentos.

Artigos relacionados…

Lista dos Melhores Exercícios para Perder Barriga Sem Sofrimento

Conheça os 5 fatores que comprometem a dieta sem você perceber

Veja as interferências do metabolismo para uma dieta para obesos

Isso não significa que o chá de hibisco deixou de ser um bom companheiro da dieta. Ele tem seus trunfos, a começar pelo fato de ser zero caloria.

“Mas a maior vantagem é o fato de que seus polifenóis, como as antocianinas por trás da cor vermelha, combatem inflamações, um problema para quem está acima do peso”, destaca Vanderli. “E a planta ainda tem quercitina, substância que ajuda a evitar a retenção de líquido”, completa.

Existem pesquisas em andamento para atestar a teoria de que o hibisco diminui o estoque de gordura corporal. As evidências por enquanto se resumem a experimentos com ratinhos.

 

O chá de hibisco para emagrecer funciona?

O ponto é que o hibisco não precisa nem deve ser usado só por quem deseja perder peso. “O chá tem antioxidantes e é ótimo para melhorar a hidratação”, acredita Maria Fernanda.

E o sabor levemente avinagrado da infusão natural — não à toa a planta também é conhecida como vinagreira — é bem-vindo para a digestão. É que essa característica faz o estômago liberar mais suco gástrico para quebrar os alimentos. “E isso evita aquela sensação de peso depois das refeições”, diz Vanderli.

Embora a ciência não assine embaixo dessa história de queima da gordura, outros benefícios para a saúde já são descortinados.

De acordo com a nutricionista Clarissa Fujiwara, da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica, a combinação de substâncias como as antocianinas e a quercetina dá um empurrão para a capacidade diurética, o que reduz a retenção de líquido e a pressão arterial.

Pessoas hipertensas, portanto, podem conversar com o médico para saber se vale a pena incluir umas xícaras do chá de hibisco para emagrecer.

Pequenos experimentos sedimentam o papel da flor como protetora cardiovascular. “Já se observou que indivíduos que tomam o chá frequentemente apresentam uma redução nos níveis de triglicérides”, exemplifica Vanderli.

As taxas de colesterol também tendem a ficar mais ajustadas quando a infusão se soma a outros hábitos saudáveis. “Isso por causa dos flavonoides do chá, os mesmos presentes na uva e no vinho tinto”, explica o cardiologista Guilherme Sangirardi, da Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista.

Os especialistas não apontam contraindicações, mas é preciso prestar atenção à quantidade: as vantagens viriam com a ingestão de no mínimo 500 mililitros e no máximo 1 litro do chá por dia — considerando uma colher de sopa do extrato. “Mais do que isso poderá causar quedas bruscas na pressão, tontura, cãibras e até desmaios, especialmente em grávidas”, alerta Clarissa. O aumento de produção e escoamento de urina também pode interferir com o efeito de remédios.

Outros benefícios possíveis

Pressão alta: um estudo americano mostrou que o chá de hibisco melhora o controle da hipertensão após seis semanas de utilização.

Inchaço: há bons indícios de que alguns flavonoides do vegetal têm ação diurética e enfrentam a retenção de líquido.

Colesterol: um trabalho feito por cientistas iranianos associa a ingestão do chá com o aumento do colesterol bom (HDL) e a queda da versão ruim (LDL).

Pedra nos rins: a infusão ajuda a hidratar, o que, junto ao efeito diurético, diminuiria o risco de cálculos renais. É o que sinaliza outra pesquisa do Irã.

Infecções: experimentos na Universidade Federal do Rio Grande do Sul indicam que o hibisco tem compostos fitoquímicos antibacterianos.

Os produtos à base de hibisco mais vendidos

De promessas emagrecedoras a benesses estudadas, são muitos os motivos que fazem do hibisco um sucesso no mercado natural. Flávia Morais, gerente de nutrição e desenvolvimento de produtos da rede Mundo Verde, conta que a flor já responde sozinha por 1% do faturamento da empresa.

Na linha dos mais vendidos estão os chás — entram na conta o extrato da flor desidratada, sachês e a versão solúvel. “Se puder escolher, opte pelos extratos secos para infusão porque eles preservam melhor os compostos fenólicos e não têm aditivos químicos”, aconselha Orion Araújo.

Além do chá em si, o preparo pode virar base para sucos, kombuchás, picolés e o que mais a imaginação permitir — os ativos não se perdem em até 24 horas. “Em casos específicos, o profissional de saúde pode prescrever o consumo em cápsula para garantir a absorção de 100% dos compostos”, diz a nutricionista.

Também há um volume cada vez maior de produtos que levam a planta na fórmula. Só na Mundo Verde são 5 mil itens, sendo 200 deles com a marca da casa. “A variedade é extensa. Temos de chocolates a whey protein com hibisco”, conta Flávia.

Para desfrutar dos efeitos, porém, a sugestão de Vanderli e outros experts é combinar tais alimentos ao uso do chá, que é onde se concentram as substâncias bem-vindas. Até porque o fato de ter um pouco de hibisco não garante que a formulação do alimento como um todo seja balanceada — o que, segundo Orion, vira um desperdício.

Então já sabe: tem de ficar de olho no rótulo! Por fim, não adianta pensar que a planta, sozinha, salva a pátria. “Para que seus antioxidantes sejam absorvidos pelo organismo, devemos manter uma alimentação rica em vitaminas, minerais e fibras”, frisa a profissional do Rio. É nessas condições que o hibisco vai deixar a vida mais colorida e saudável.

Artigos relacionados…

Conheça as Melhores Dietas para Emagrecer com Saúde em 2018

Segredos comuns entre as dietas que tem resultados satisfatórios

Saiba tudo sobre a Reeducação alimentar

Manual do chá de hibisco para emagrecer

  1. A proporção de extrato seco da planta e de líquido é importante. Use uma colher de sopa para cada litro de água.
  2. Espere a água ferver e, só então, adicione a erva.
  3. É preciso manter a fervura por mais 5 minutos antes de desligar o fogo.
  4. Depois de coar, você pode decidir se prefere ou não adoçar. Para muita gente, o chá puro já tem um sabor agradável.
  5. A bebida não precisa ser consumida na hora — os ativos se mantêm até 24 horas. Também pode ser gelada ou misturada a sucos.

2 Comentários


  1. Quero parabenizar o conteúdo publicado por vocês. Considero-o como utilidade pública, especialmente porque, se os leitores aplicarem as dicas, poderão fazer delas grandes aliadas para vencer a luta contra o excesso de peso.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *