Gordura no fígado: Tudo o que você precisa saber esta nesse artigo

Tempo de leitura: 9 minutos

O que é a gordura no fígado, também conhecido como figado gordo

A gordura no fígado, também conhecida por esteatose hepática, se caracteriza pelo acúmulo excessivo ou moderado de gordura, ou lipídios, nos hepatócitos, um tipo de célula do fígado.

Normalmente, essa patologia não apresenta sintomas nos estágios iniciais, desse modo, se torna comum os pacientes descobrirem que tem o fígado gordo, quando faz alguns exames para analisar outros problemas de saúde.

gordura no fígado remedio

A concentração de gordura no fígado, em seu estágio inicial, geralmente não é uma situação grave entretanto, se o paciente não tomar as devidas providências para sanar o crescimento dessa gordura, pode gerar perda de funcionamento das células e ate mesmo uma cirrose, que na maioria dos casos, uma alternativa de tratamento é fazer um transplante.

DOWNLOAD GRÁTIS 

RECEITAS PODEROSAS PARA EMAGRECER

 

Quais os principais sintomas da gordura no fígado

O figado gordo pode apresentar diversos sinais, separados ou concomitantemente e dependendo do números de “sinais” que apresenta, o paciente pode ter uma noção do quão grave é a situação ou não, devemos lembrar que se tratando de saúde, os sintomas varia de pessoa para pessoa, e somente exames detalhados poderá mostrar a real situação do problema.

Veja abaixo alguns dos sintomas apresentados

Informação exclusiva Importante:

Hoje o melhor programa de emagrecimento foi intitulado de Dieta de 21 Dias do Doutor Rodolfo Aurélio, que foi considerado uma das maiores descobertas científicas da atualidade na industria do emagrecimento. Para conhecer acesse Aqui.

Perda de apetite

A perda de apetite é um dos primeiros sintomas que aparecem quando a pessoa começa a acumular “gordura no fígado”. Logico que a falta de fome também pode esta associada a diversos fatores porem, esse sintoma combinado a outros que veremos abaixo pode ser um forte indicado que a pessoa esteja com o fígado gordo.

Dor do lado superior direito da barriga

dor no fígado é sentida na parte superior da barriga, justamente abaixo das costelas, e se estende para as costas, causando em alguns casos um inchaço abdominal. A depender da situação, é bem provável que este sintoma cause também febre. Nesse caso, o médico deve ser imediatamente consultado.

Fezes esbranquiçadas

Muitas vezes, as fezes podem aparecer com um tom meio claro. É importante ressaltar que sempre devemos estarmos atentos ao tom de cor das fezes, ao sinal de mudança constante, ou seja, as fezes aparecerem por um longo período, que seja de uma ou duas semanas, com um tom de cor mas claro ou outra cor que não seja a habitual, é preciso procurar o médico.

Cansaço frequente

Quando temos algum problema no fígado, é bastante comum, nos sentirmos cansados, sem animo, sem disposição para fazermos as atividades do dia a dia. Geralmente essa falta de energia aparece em paralelo, a falta de apetite, desse modo, se esses sintomas forem contínuos é um forte indicador que temos algum problema no fígado e o medico deverá ser consultado.

Enjoo e vômito

O Enjoo e o vômito é um dos sinais mais evidente de que estamos com o figado gordo. Geralmente depois das refeições, o estômago pesa, seguido por náuseas, enjoos, podendo chegar até ao ponto de fazer vômito.
No entanto, esse sintoma pode estar associado a vários problemas e não precisamente a um problema de gordura no fígado. Mas, se forem repetitivos, o ideal é procurar um médico com urgência

Cor amarelada nos olhos e na pele

Pacientes que apresenta problema hepático, pode se apresentar com uma descoloração não natural da pele para um tom meio amarelado, que se apresenta tanto no rosto e no corpo, quanto no rosto o nos olhos.
Geralmente isso ocorre pelo excesso de bilirrubina, popularmente conhecido como bílis, em nosso organismo e na corrente sanguínea.

Para teros um contato mais direto você pode entrar em contato conosco via WhatsApp. Siga os Passos:

1. Nos de um “oi”

2. Salve o nosso número em sua agenda para que o sistema de proteção do WhatsApp não nos identifique como Spam!

3. Nos fale um pouco sobre você, suas dificuldades em emagrecer, algum tipo de problema que tenha, etc…

Quais exames deve ser feito para detectar gordura no fígado

Para se diagnosticar a gordura no fígado geralmente o médico solicita primeiramente um Ultrassom abdominal, esse exame irá capturar a imagem do fígado, onde pode identificar mudanças em seu aspecto natural, ajudando o médico a prever o grau de gordura no fígado do paciente podendo ser dividido em três grupos específicos: Grau 1 (leve), Grau 2 (moderado) e Grau 3 (estágio avançado)

Em seguida o médico poderá pedir exames como:

  • Exame dos níveis de TGO e TGP no sangue.
  • Biópsia 

Que geralmente é indicado para pacientes que estão com a doença em estágio avançado.

O médico, para chegar a conclusões mais precisas, pode necessitar de uma biópsia, que geralmente é feita com anestesia no local, nele o médico introduz uma agulha na pele para tirar um pequeno pedaço do fígado, depois, com essa amostra, ele observa esse pedacinho num microscópio para ver se há sinais de gordura, inflamação ou células hepáticas danificadas.

Os médicos especialistas para que podem identificar essa patologia são:

  1. clínico geral;
  2. gastroenterologista;
  3. hepatologista.

Como Tratar o figado gordo

A boa notícia que a gordura no fígado, principalmente em seu estágio inicial, tem cura. O seu tratamento é feito principalmente com uma alteração da dieta, prática regular de atividade física, controle ou perda de peso e controles de doenças como colesterol alto, hipertensão e diabetes.

Assim, a dieta deve ser rica em alimentos integrais, como  arroz e macarrão integral, farinha de trigo integral, legumes, frutas, carnes brancas, peixes, leite e derivados desnatados.

Além disso, é essencial parar de consumir bebidas alcoólicas e tabaco, e reduzir consideravelmente o consumo de alimentos industrializados, enlatados, embutidos, alimentos ricos em gordura e carboidratos simples como pão francês, pizza, carnes vermelhas, linguiça, salsicha, manteiga e alimentos congelados.

Quais os perigos de não tratar o fígado gordo

Quando a doença está em fase inicial, caso o paciente não tome os devidos cuidados recomendados pelo médico, o grau da patologia poderá se evoluir chegando a uma cirrose (inflamação severa) e necessitando, em muitos casos, de um transplante para sanar o problema.

Quais alimentos podem amenizar o problema do figado gordo

Seguir rigorosamente a dieta para o tratamento do fígado gordo é a melhor alternativa para eliminar os sintomas da doença. A dieta não tem por finalidade a cura, o principal objetivo é evitar que o problema se agrave.

Assim, na dieta para gordura no fígado é recomendado:

  1. Evitar ao máximo o consumo de alimentos ricos em gorduras, como pizzas, sanduíches, queijos amarelos e condimentos;
  2. Eliminar o consumo de qualquer bebida alcoólica;
  3. Dar preferência ao consumo de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, verduras, carnes brancas grelhadas;
  4. Adicionar somente 1 colher de café de azeite na salada, depois de pronta;
  5. Beber bastante água entre as refeições;
  6. Comer alimentos ricos em fibras diariamente;
  7. Eliminar da alimentação: queijo amarelo, requeijão, chocolate, biscoito amanteigado, produtos de pastelaria em geral, enchidos e embutidos, como linguiça, salsicha, bacon e mortadela, maionese, manteiga e margarina.

Uma sugestão de cardápio para pessoas que apresentam gordura no fígado seria o seguinte:

  • No café, coma somente 2 torradas com queijo branco e tome um suco natural de melancia, sem exagerar no açúcar ou a elimine completamente;
  • No almoço, coma arroz integral, filé de frango grelhado, salada de repolho roxo, cenoura e milho. Escolha, também, uma fruta para a sobremesa;
  • Para o lanche da tarde, opte por comer uma banana e uma gelatina;
  • No jantar, coma um peixe cozido, batata e brócolis. Estes podem ser temperados com limão e orégano. Escolha uma fruta para a sobremesa.

Essa é uma sugestão que poderá ser reorganizadas seguindo os alimentos sugeridos acima. Mantenha o foco na dieta que os resultados aparecerão.

Artigos relacionados…

Saiba Como Emagrecer Rápido – Essas dicas são incríveis.

Saiba como emagrecer acelerando o metabolismo

Alguns chás que ajudam a controlar o fígado gordo

1. Solução de Cebola

Cozinhe 4 cebolas numa porção de 1 litro de água e tome pequenas doses ao longo do dia durante o período de um mês.

2. Vagens de Pau-Ferro

Para o preparo da infusão é preciso amassar 3 vagens deixando-as de molho em 1 litro de água por um período de 3 dias. Recomenda-se o seu consumo por duas vezes ao dia.

3. Chá de Chapéu de Couro

Para o preparo do chá, basta ferver 20 gramas da planta para cada litro de água. É indicado o consumo do mesmo 3 vezes ao dia.

4. Chá de Carqueja

Tome 3 xícaras do chá diariamente para combater os problemas no fígado.

5. Chá de Alface

Recomenda-se o consumo de até 3 xícaras do chá diariamente para ajudar no combate ao acúmulo e gorduras no fígado. Para fazer o chá basta separar 80 gramas de alface para cada litro de água e levar ao fogo até que atinja a fervura.

Lembrando que os chãs complementará o tratamento indicado pelo médico, não podendo ser descartada a restrição alimentar.

Prática de exercícios físicos

Além de todas as recomendações feita no artigo, a prática constante de atividade físicas precisará ser prioridade nesse tratamento. Ela ajudará a reduzir, de forma geral, o excesso de cordura corporal, ajudando a também reduzir a gordura acumulado no fígado.

Como o próprio nome já dá a dica, quem possui acúmulo de gordura precisa de um contrapeso essencial que é a prática de exercícios físicos para que estas gorduras indesejáveis sejam eliminadas do nosso organismo. É importante ressaltar que a consulta a um médico especialista é sempre indicada

Conclusão…

O surgimento da gordura no fígado, geralmente está associado a um estilo de vida não saudável. Portanto, é necessário uma mudança considerável nos hábitos diários para barrar o problema e evitar a sua evolução.

Artigos relacionados…

Saiba tudo sobre a Reeducação alimentar

5 trocas essenciais para perder peso de forma saudável

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *